segunda-feira, 1 de setembro de 2008

férias?! que férias??

Já chegamos de uns dias no Algarve. Quando decidimos ir, o que mais pesou foi a falta que sentimos da praia, do calor e de uns mergulhos no mar. Foi isso que nos levou lá... Pois bem... Calor houve de sobra, tanto que quando ficou mais fresco (quinta-feira) eu só dava graças a Deus. Dar de mamar com aquele calor é um pesadelo autêntico. O David, só de body e fralda ficava todo transpirado. Eu pingava por todos os poros. Dar de mamar fora de casa voltou a ser impossivel (tentei 1 vez...) por isso os passeios que demos nunca foram de mais de 1,5h.
Balanço:
David - detestou mudar de rotina e a adaptação ao calor foi dificil - quando se habituou, era hora de voltar...
Eu - pinguei por todos os poros cada vez que tinha de dar de mamar, dei 1 mergulho de 2 minutos na praia da Manta Rota, sozinha, enquanto eles esperavam por mim na esplanada
Pai - Deu 1 mergulho (em dia diferente do meu) em Pedras del Rei, também de 2 minutos e sozinho... Das 11h às 17h detestava o Algarve, nas restantes horas queria-se mudar para lá...

De positivo ficou a visita à família, que nos recebeu lindamente e mimou o David até mais não. Os 4 minutos de praia, 2 mergulhos na piscina, pequenos almoços e jantares dignos de reis (em que eu não fiz nenhum... hehe!)!

Não me parece que o próximo vá de férias antes dos 3 meses. Por mais que os pais arranjem desculpas de que ir ao Algarve é de extrema necessidade para a nossa saúde fisica, a prioridade são os pequeninos, e aqui os pais não se tinham apercebido de que eles podiam sentir tanto as mudanças.
Vivendo e aprendendo...!

2 comentários:

María e Pestilecas disse...

Talvez seja do nome :P

O David em bébé era terrível de levar de férias....ficava birrento, mais do que o normal...quando começou a falar, só pede para ir para casa! Baaaaaaahhhhhhh

Bjnhos

Mãe dos Piuzitos disse...

Ai, que estás em tão boa forma!!! Que inveja!!!!!!!