sexta-feira, 22 de agosto de 2008

2 meses de puro amor...

Fazes hoje 2 meses, meu pequeno principe! 2 meses cá fora, mas há 11 meses que te amamos e que pensamos em ti a cada segundo. Foi tão bom ter-te dentro da barriga!
Estavas sempre a fazer-me cócegas com os dedos das mãos. Agora reconheço tão bem esses movimentos quando te vejo mexer as mãos. Continuas a fazer-me cócegas - normalmente é com a mão que fica escondida nas minhas costas quando estás a mamar. É a melhor sensação do mundo! As tuas pestanas passaram de louro transparente para castanho e o teu pêlo de recém-nascido está a cair. Estás muito carequinha e o cabelo que está a nascer é muito clarinho. Continuas com os olhos iguais aos do pai - azul escuro...! Descobrimos que o nariz é o meu... e achamos que a pele também. De resto, és igualzinho ao pai! O mais especial é seres uma mistura dos dois. Até agora és completamente produto das nossas células. Tirando as vacinas que tiveste de levar, nada mais exterior invadiu o teu corpo. Alimentas-te (e por isso cresces) da mãe, e és pura perfeição. Reages sem qualquer condicionalismo, sem segundas intenções, não sabes o que é a maldade (quem me dera que nunca descobrisses...) - tudo em ti é verdade, equilibrio, pureza.
A mãe gostava de te escrever uma dedicatória bonita e que um dia mais tarde fosses gostar de ler, mas está aqui cheia de sono, à espera que acordes, porque vais querer mamar daqui a pouco e depois vamos todos dormir. Ainda ando meio grogue, porque quando não ando a mil à hora a tentar fazer tudo o que tenho que fazer, estou a olhar para ti, e a sorrir. Sabes que a mãe é um bocado trombuda (moody soa melhor...) e não está habituada a sorrir tanto, de maneira que até sente nos maxilares a diferença... Toda a gente insiste que eu devia dormir ao mesmo tempo que tu, mas não consigo. Gosto que tenhas a casa limpa e arrumada, as tuas roupas lavadas, passadas e a cheirarem a Confort Baby... e ando todo o dia às voltas no teu quarto a tentar descobrir a melhor disposição dos móveis. Ainda não atinamos com o lugar do muda fraldas, já reparaste, não?
Há uma semana começaste a dormir a noite inteira e tens andado muito bem disposto, sem dores de barriga. Saís aos teus pais e por isso não 'gastas' sorrisos em demasia, mas quando sorris, iluminas o nosso mundo. Todos os dias damos um passeio - quando está bom tempo vamos para perto do mar ou do rio - quando está pior, a mãe leva-te a ver montras. De manhã é altura da tua ginástica: enquanto eu me arranjo tu trabalhas na espreguiçadeira e tentas agarrar aqueles penduricalhos. Depois passas para o tapete e a mãe ajuda-te a fazer os exercício de barriga para baixo. A cada 3 horas, certinho como um relógio, mamas, mudamos fralda e dás uns mimos à chupeta. Quando vamos de carro, há sempre cena - tu detestas a entrada no carro - não é o carro em si, é o ovo... Não sei se é porque te faz transpirar nas costas, ou porque não gostas mesmo. Pareces confortável, mas só te calas com a chupeta... À noite tomas o teu banho, sempre ao som de música clássica. Já estás do tamanho da banheira e adoras quando te balançamos como se estivesses a nadar. Normalmente é o pai que te dá banho e conversa imenso contigo. Se visses como ele anda babado...
Estamos sempre a ver o que fazes de novo, a comentar como cresceste, como és forte. Achamos que nos vamos sentir mais seguros quando tiveres 3 meses. Mas aposto que quando chegarmos lá, vamos estar de olho nos 6 meses, e depois nos 9... Mas mesmo com os nossos medos, temos feito um bom trabalho e tu és um bébé tranquilo e feliz. Disso temos a certeza e é tudo o que precisamos de saber.

4 comentários:

Alexandra e Pedro disse...

Ele está um homenzinho!

Que crescido, que bonito!

Tenho a certeza que estão a ser uns pais maravilhosos!

Bjos
Xana

Mãe dos Piuzitos disse...

2 meses... Parece impossível! Como o tempo passa...

Um beijinho muito especial de parabéns aos meus queridíssimos afilhados!

Eunice disse...

LINDO LINDO LINDO!!!

COMO CRESCEU TANTO E JÁ MUITO RAPAZOLA!

TEM ESCRITO NA CARITA QUE A D O R A OS PAIS!!!! PUDERA!!!

MIMO q.b., NUNCA é demais!

Parabéns , beijo com saudade
Eunice

Kukices disse...

Se não é a Tia Kuki a dar camisolas lindas ao bébé eu queria ver como é que era!!!